É o fim, novamente.

Essa semana tivemos um revés na nossa história, antes de mais nada não quero falar aqui sobre política, esquerda, direita, quem tá certo ou quem tá errado, mas é fato que vivemos um período de instabilidade política.

É estranho ter como texto de abertura de um blog que é voltado para artes falar dessa questão tão política, não criei o blog para isso, mas falar de arte em geral e fechar os olhos para o grande retrocesso que acaba de acontecer é algo que nenhum artista pode fazer.

Voltemos a história do nosso país, na década de 80 tivemos enfim o reconhecimento da cultura como algo além do supérfluo, os economistas começaram a entender esse setor como dinâmico que gera renda (sim gera dinheiro e muito dinheiro) e assim a entender que além de gerar dinheiro era algo a ser visto como fundamental para o desenvolvimento do país.

E nesse período tivemos um boom  seja nas pesquisas, criações de indicadores até que surgiu o Collor e uma de suas medidas foi a extinção do Ministério da Cultura (sim, para quem não sabia, isso já aconteceu) foram períodos negros para as artes no geral, os incentivos e o nosso cinema sofreram e depois de vários anos nos estávamos nos reestruturando e crescendo (a passos de formigas, mas estávamos) e ai vem o Temer.

Logo o da Cultura? Sério isso? a cultura que é simplesmente nós, o que determina a nossa identidade, o que nos diferencia de todo o resto, como não dar importância as nossas raízes? Não há nenhuma maneira de se pensar em desenvolvimento econômico hoje em dia, sem pensar em nossa história e  cultura e é uma lástima que agora seja somente uma pasta do Ministério da Educação (outro setor que tem que se dado a devida importância e não sucateado com mais trabalho).

Galera, antes de querer discutir política, economia e cultura temos que pegar nossos livrinhos de história e estudar e o mínimo que temos que fazer é entender que não devemos e não podemos cometer os mesmos erros, digo isso para o nosso agora presidente Michel Temer, assim como digo para vocês e até para mim, vamos dizer não ao retrocesso.

 

Vale a pena (para quem quer que o MinC retome):

Além de ir as manifestações, vale a pena curtir a página Fica MinC que criaram no Facebook (https://www.facebook.com/ficaMinC/?fref=ts).

Jessica Lopes

 

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s