3 clichês da Dramalândia que talvez você ainda não tenha reparado

Antes de mais nada, eu quero ressaltar que os Kdramas são cheios de clichezinhos, uns muito fofos tipo a protagonista sempre cair em cima do protagonista, uns estranhos como o beijo acidental (Oi??) e beijo de olhos abertos (Oi?????), mas os dramas encantam, o fato dos asiáticos não saírem “se pegando” como nós aqui no BR faz com que os romances sejam mais profundos, são bem bonitos de assistir.

E inspirado no post O mistério dos penhascos que nunca matam nos Sageuks, eu resolvi fazer outro com os outros clichês da dramalândia que podem vir a passar despercebidos, mas eles estão lá.

Cenas em Hospitais

Eu acho que eu nunca assisti a um drama sequer de hospitais, mas não importa, quase todos os dramas modernos tem cenas que se passam em hospitais, e quando eu digo quase é porque deve haver algumas exceções, mas nem eu lembro AHAHAHAHAHA.

img_1960img_1961.pngCena em Hospital de Chicago Typewriter (Post sobre esse drama aqui)

Cena em Hospital de Chief Kim

Então, não importa o gênero, se é moderno (nos sageuks até tem médico, mas não existiam hospitais), vai ter hospital como cenário sim. Ou alguém sofre uma doença e vai lá frequentemente se tratar, ou alguém se machuca, a questão é que hospitais sempre exercem alguma função importante na história.

 

Cenas de suicídios/tentativas de suicídios

Eu detesto esse clichê, DETESTO! Talvez vocês não saibam, mas a Coréia do Sul é o segundo país (perdendo somente para a Guiana) com a maior taxa de suicídio do Mundo. Então é óbvio que isso iria acabar em suas obras de ficções, eu entendo, mas tinha que ser de maneira tão irresponsável?

Suicidio

Cena de Tentativa de Suicídio de Bride of The Water God

suicidio 2

Cena de Suicídio em Introverted Boss (My Shy Boss)

 

 

Eu falo cenas de suicídio, mas na verdade eles são até bem raras, sobra mesmo são cenas de tentativas de suicídio e muitas por coisas banais, sem contar que além da motivação ser frágil, as pessoas se recuperam magicamente, não há um trabalho em torno do grave problema social que é o suicídio. Até existe exceções e tem dramas que esse trauma, suas motivações são devidamente vistos na tela, mas a maioria dessas cenas, na minha opinião só servem como gatilho,  mas infelizmente elas são bem frequentes. 

 

Casais que se conheceram na infância

Tá, talvez esse seja mais na cara, mas quase todo o drama com romance seja ele Sageuk ou moderno quase sempre nos mostra a versão mais novas dos personagens, por alguma razão qualquer eles geralmente ficam anos sem se ver e quando se vêm de novo, volta a história de amor. 

4277427da98d690afb538b3566eae603

Versões adolescentes e adultas dos protagonistas de Still 17 (Thirty But Seventeen)

 

 

 

coe1

Versões adolescentes e adultas dos protagonistas de Come and Hug Me

Eu que sou BR vejo raramente isso nas ficções ocidentais, mas aparentemente na Coreia você se apaixona antes de sair do Ensino Médio, você permanece apaixonado pelo resto da vida HAHAHAHAHAH

E é isso, eu ando meio sem saco de postar e estressada com as eleições, mas é sempre bom escrever algo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.